Falar sobre a minha cirurgia pode ajudar-vos a quebrar alguns mitos e torná-la mais alcançável, uma vez que muitas meninas sonham com umas maminhas maiores.

Em 2019 fiz a minha mamoplastia de aumento. Porque há muito tempo que queria e porque tive todo o apoio das pessoas que me estão próximas e isso ajudou-me a avançar.

Sempre tive o peito muito pequeno e complexos de não conseguir ter um decote mais preenchido ou de não usar um vestido sem soutien.

As minhas pesquisas na internet levaram-me a um nome com toda a confiança do mundo! – Dr. Ribeiro Soares – que tem a Clínica de Cirurgia Plástica Artlaser, no Porto.

Fui a uma consulta de observação (a única antes da cirurgia) e tirei todas as dúvidas que tinha. O Dr. explica todos os procedimentos e quais os métodos que aconselha, nomeadamente o tipo de prótese, de cirurgia, de incisão, de anestesia etc.

Uma das questões que coloquei, e muitas de vocês me colocam a mim, é se esta operação condiciona a amamentação. A resposta é Não! Podemos continuar a fazer uma vida perfeitamente normal.

Saí desta primeira consulta com toda a informação necessária, prescrição de exames a fazer e muito confiante.

A próxima vez que vi o Dr. Ribeirinho Soares foi no dia da cirurgia, mas, até lá, mantive-me em contacto com ele por e-mail e WhatsApp para marcar a data da cirurgia e avançar com todos os procedimentos necessários para o grande dia.

É uma cirurgia simples, com anestesia geral, mas também pode ser com sedação (dependendo dos casos).

15 dias antes da operação não pude tomar qualquer medicação que altere o sangue (Brufen, aspirinas…). 3 dias antes comecei a lavar as axilas com Betadine Espuma (zona onde iria ser a incisão) e no dia antes comecei com o antibiótico.

first order, 2018

O dia da Cirurgia

Ia muito tranquila, com alguns calmantes, está claro!

A minha cirurgia foi no Hospital da Lapa (Porto), pois a Clínica Artlaser encontrava-se em obras na altura. Tive de lá estar às 9h em jejum e fui operada às 11h. Às 13h já estava no meu quarto.

Quando acordei tinha drenos. Fiquei internada uma noite para monitorizar possíveis complicações, como hematomas, por exemplo.  Passei a noite muito bem. Estava sempre a ser acompanhada pelas enfermeiras e com medicação intravenosa. O Hospital da Lapa tem umas condições ótimas e são todos super atenciosos e simpáticos. Senti-me em casa. Tinha um quarto só para mim com uma cama extra para um acompanhante.

No dia seguinte o Dr. foi-me tirar os drenos e, confesso, que essa foi a única (e intensa!) dor que tive durante o internamento. São 5 segundos a retirar os drenos mas 5 segundos bem intensos 😊. Depois disso tive alta, mas fiquei mais uma noite no Porto (em casa de um amigo), pois não podia fazer uma viagem longa até casa.

Não foi necessário tirar pontos, pois a incisão foi colada. Continuei com o antibiótico e medicação para as dores.

A minha Mamoplastia | incisões

A Cirurgia

As minhas próteses foram colocadas por baixo do músculo, pois não tinha massa mamária suficiente para esconder as próteses no tamanho que desejaria. Apenas era viável até 180ml.

A minha Mamoplastia | glândulas e músculos

Com a colocação por baixo do músculo os implantes têm tendência a afastar-se um pouco mais e não fica tão natural, mas preferi arriscar e ficar com um peito um pouco maior. A incisão foi nas axilas e o tamanho foi 235ml (escolhido pelo médico no momento da cirurgia).

Nos primeiros 6 meses, as mamas ficam muito inchadas, mas depois voltam ao seu tamanho e posicionamento.

Os Implantes

O Dr. Ribeirinho Soares trabalha com implantes da marca Polytech (aprovados pela FDA) de silicone coesivo, o que significa que se houver uma rutura o silicone não fluirá pelo corpo, pois como é coesivo não se “desintegra” – ou seja, mantém a forma original do implante, sem vazar.

Os implantes colocados (em geral) são em forma de bola pois os anatómicos ao rodarem sobre si deformam a mama, enquanto os redondos, mesmo que rodem, mantêm sempre o formato.

Estes implantes têm garantia vitalícia, o que não significa que não tenham de ser trocados. Uma vez por ano faço uma consulta de check-up para controlar as próteses.

A minha Mamoplastia | os implantes

A Recuperação

A minha recuperação não foi fácil, tenho de admitir. Estive 15 dias sem conduzir e sem mexer os braços acima do cotovelo. Estive 1 mês de baixa, mas os primeiros 15 dias fiquei completamente dependente. Para levantar da cama, para tomar banho, para pentear… precisava de ajuda.

Esta foi a minha experiência porque coloquei as próteses atrás do músculo e o processo é um pouco mais traumático do que o subglandular (por cima do músculo), causa mais inchaço e mais desconforto no pós-operatório, pois é necessário cortar a parte inferior do músculo que está inserida nas costelas.

A cirurgia com colocação de prótese de silicone por cima do músculo é a mais realizada e a recuperação é de apenas 48h, por isso não se acanhem!

Na terceira semana já comecei a ser mais independente e a partir daí é usufruir do sonho realizado! 😊

ZAFUL 2021 Back to School Picks, up to 70% off

O Preço

Há variados preços de cirurgias que podem ir dos 2500 aos 7000 euros. Depende do tipo de cirurgia e da clínica. Mas aconselho a fazerem onde se sentem mais confiantes e não pelo preço. Quando escolhi o Dr. Ribeirinho Soares nem sabia que preços praticava, mas também foi um ponto a favor – a cirurgia custou 3500€ com todas as consultas incluídas.

Gosto muito do Dr. Ribeirinho e confio totalmente nele. Tem muitos anos de experiência e só tenho boas recomendações.

Podem deixar aqui as vossas questões que eu tentarei responderei a todas.

Sigam os vossos sonhos!

a-ângela

Também pode gostar de: