A capital de Marrocos é Rabat e a sua maior cidade é Casablanca. Marraquexe situa-se a 330 km a sudoeste da capital – Rabat – é a quarta cidade mais populosa do país.

A cidade de Marraquexe tem 1.5 milhões de habitantes e é a capital do Turismo em Marrocos.

É uma cidade maravilhosa para quem pretende fazer o primeiro contacto com a cultura árabe, e que, apesar de ter muitos turistas, nunca perde a sua essência e nunca deixa de ser extremamente exótica.

A uma curta distância de Portugal, há voos com preços bastante acessíveis.

QUANTO CUSTA UMA VIAGEM PARA ESTA CIDADE?

Há voos diretos tanto de Lisboa como do Porto para Marraquexe e a duração é de 1 hora e pouco. Nós viajámos pela TAP, mas também existem voos da Ryanair a partir do Porto.

De junho a agosto, a TAP oferece voos bastante em conta, com origem em Lisboa, a rondar os 167€. Nesta época de verão o país é bastante quente, com temperaturas que podem chegar aos 37ºC.

Outra coisa a não esquecer é o seguro, os custos não são altos e compensa caso surja algum azar!

300*250

A primavera e o outono são as melhores épocas para visitar Marraquexe, altura em que as temperaturas rondam os 30ºC.

Viajámos para Marrocos em dezembro, quando os voos são significativamente mais baixos. Em novembro e dezembro, a Ryanair chega a ter voos do Porto para Marraquexe a 74€. Mesmo sendo inverno, as temperaturas continuam a ser aliciantes e os preços dos voos tentadores. Quem não gosta de apanhar um solinho em dezembro?

O céu esteve sempre limpo e nunca vi chover em Marrocos, ao contrário do que acontece em Portugal nesta época. As temperaturas rondam os 20ºC, de maneira que dá para aproveitar a piscina do hotel, mas as noites são mais frias.

Chegando ao aeroporto, a melhor forma de se deslocar até ao centro de cidade é de autocarro. Das 6h15 às 21h30, com partidas de 30 em 30 minutos, o autocarro desde o aeroporto de Marraquexe até ao centro da cidade custa cerca de 3€.

Primeira vez em Marraquexe | Ruas de Marraquexe

ONDE FICAR?

Dentro do segmento económico, o Riad Espagne é uma boa opção. Por cerca de 25 euros/noite tem disponível um quarto duplo com casa de banho privativa, acesso à internet e pequeno-almoço.

Os proprietários são bastante simpáticos e estão disponíveis para qualquer questão que os hóspedes queiram colocar. A localização é perfeita, pois o Riad fica a 400 metros da Praça Djemaa el Fna.

O Riad les 2 Portes, localizado a 5 minutos a pé da Medina de Marraquexe, é um alojamento com um pouco mais de qualidade e requinte. Possui uma sala de estar tradicional com uma lareira e um terraço no último piso com vista para a cidade. Com pequeno-almoço continental, acesso Wi-Fi e ar condicionado incluídos no preço que ronda os 45 euros/noite.

Para os viajantes com um orçamento mais apertado, apresento-vos o Hostel Kasbah Red Castel – um local para ficar numa cama em dormitório partilhado equipado com um micro-ondas e um frigorífico. Por 6 euros/noite, com pequeno-almoço, o hostel fica localizado a 1,9 km da Mesquita Koutoubia e a 6 km do aeroporto.

ROTEIRO DE 1 DIA EM MARRAQUEXE

Quando visitei Marrocos decidimos ficar em Agadir por ser um dos destinos de sol e praia mais conhecidos daquele país. Uma cidade localizada no sul com um clima subtropical árido e temperaturas amenas o ano inteiro. Pareceu-nos interessante conciliar os preços baixos dos hotéis em Dezembro com o clima ameno nesta época do ano.

Claro que não queriamos visitar Marrocos sem conhecer Marraquexe e, o facto de podermos fazer uma excursão até à cidade vermelha com saída de Agadir, durante um dia, foi perfeito.

Fizemos a reserva através da empresa Discover Agadir e custou 35€/pessoa.

Saímos às 7h30 do hotel para uma viagem de autocarro até Marraquexe, onde um guia local nos deu a conhecer os melhores pontos turísticos da cidade.

Praça Djemaa el Fna
 Primeira vez em Marraquexe | A principal e mais célebre praça da cidade marroquina
 A principal e mais célebre praça da cidade marroquina

Esta é a praça principal de Marraquexe – no coração da medina – com muitas bancas de comida, artesanato, espetáculos de encantadores de serpentes e música marroquina.

Jardins Menara

Um típico jardim islâmico do século XII que apresenta uma grande piscina dominada por um pavilhão com telhado verde. 

Tumbas Saadianas

As tumbas reais da dinastia Saadiana*, localizadas num jardim fechado, são magnificamente adornadas com tetos abobadados e gesso ornamentado. Nelas estão enterrados os corpos dos serviçais e guerreiros da dinastia saadiana.

Mesquita de Koutoubia

Construída em 1120 e com 70 metros de altura, é a mesquita mais alta da cidade. Foi construída com o objetivo de ser contemplada de qualquer ponto de Marraquexe. Só é permitida a entrada de muçulmanos.

Ali Ben Youssef Madrasa

É uma antiga escola do Alcorão, construída no século XIV, e foi uma das maiores escolas de teologia do Norte de África. Era aqui que os estudantes decoravam o Alcorão e se especializavam em temas religiosos. Aproveite para tirar fotografias no pátio interior. O preço da entrada são 2 euros.

Compras nos Souks
Primeira vez em Marraquexe | Não dá para pensar em Marraquexe sem pensar em compras
Não dá para pensar em Marraquexe sem pensar em compras

Um labirinto para passear e apurar todos os sentidos: paisagens, cheiros e sons. É um paraíso para qualquer mulher que gosta de fazer compras. Cerâmica tradicional, bijuteria, roupa, tecidos, especiarias, há um pouco de tudo.

Antigo Bairro Judeu

Foi criado em 1558 pelos Saadianos e abrigava a população judia de Marraquexe, composta principalmente de metalúrgicos, comerciantes de açúcar, banqueiros, joalheiros e alfaiates.

Regressámos a Agadir às 21h, muito cansados mas felizes!

a-ângela


 * No início do século XVI, os Saadianos dirigiam tribos originárias do vale do Drá, exasperadas com as ofensivas cristãs, que se revoltam contra os berberes e afastam-nos do poder em 1554

Também pode gostar de: