Vista do Castelo de Leiria sobre a cidade | Todos os caminhos vão dar ao Castelo de Leiria
Vista do Castelo de Leiria sobre a cidade

Até final de Julho as entradas são gratuitas. E durante este mês há várias atividades a decorrer, entre as quais a recriação histórica das “Cortes de Leiria de 1254“, que decorre aos fins-de-semana. Todos os caminhos vão dar ao Castelo de Leiria.

Todos os caminhos vão dar ao Castelo de Leiria e, a celebração do dia da Cidade de Leiria, no passado dia 22 de Maio, marcou a reabertura deste espaço ao público, após 2 anos de reabilitação deste espaço tão rico em história e cultura.

Para quem não vive por estes lados, há várias opções de transporte e alojamento, basta consultar o Booking que tem sempre uma grande oferta de hotéis, mas também de aluguer de carros!

A história que leva todos os caminhos ao Castelo de Leiria

É tão vasta e tão rica, que um livro de 1000 páginas não bastaria para contar tudo.

D. Afonso Henriques mandou construir este Castelo como uma das linhas de defesa contra os muçulmanos, mas aqui encontram-se vestígios que remontam à pré-história, assim como da expansão do Império Romano e das primeiras Cortes do reino de Portugal.

Deixamos aqui o resumo que nos é apresentado pela Câmara Municipal de Leiria:

“O Castelo de Leiria guarda no interior das imponentes muralhas vestígios das diversas fases de ocupação, desde a fortaleza militar ao palácio real.
Desde os primórdios da ocupação humana na Península Ibérica, quando os instrumentos principais eram feitos de pedra, o homem deixou-se encantar por estas paisagens envolventes, entre o mar e a serra!

Foram vários os reis e rainhas que se deixaram deslumbrar pela paisagem fantástica que é possível observar do topo do morro.

D. Dinis terá sido o monarca que mais tempo passou em Leiria, juntamente com a sua esposa, a Rainha Santa Isabel, a quem é atribuída a lenda do Milagre das Rosas – Reza a lenda que a rainha saiu do Castelo de Leiria, numa manhã de inverno, para distribuir pães pelos mais desfavorecidos. Surpreendida por D. Dinis, que lhe perguntou onde ia e o que levava no regaço, a rainha teria respondido: São rosas, Senhor!. Desconfiado, D. Dinis inquiriu: Rosas, em Janeiro?. D. Isabel expôs então o conteúdo do regaço do seu vestido e nele havia rosas, ao invés dos pães que ocultara, sendo esta apenas uma das várias histórias que nasceram em Leiria graças a estes reis.

Vários séculos depois, o Castelo, bem como a cidade, viriam ainda a sofrer danos, com as invasões francesas, ficando quase ao abandono.

Valeu o esforço da Liga dos Amigos do Castelo e do famoso arquitecto suíço, Ernesto Korrodi, que ali realizaram obras de recuperação e que devolveram a ligação entre este magnífico monumento e a população.

Em 2021, foram concluídas as obras de requalificação de grande parte do espaço, que permitiram não só valorizar ainda mais a sua riqueza patrimonial e aumentar o seu potencial turístico, como torná-lo mais inclusivo e aberto a todos os cidadãos, através da construção de dois acessos mecânicos (no lado norte e no lado sul), que são de utilização gratuita.”

Todos os caminhos vão dar ao Castelo de Leiria, mas o que é que vamos encontrar por lá?

Antes de mais, fica a sugestão para quem quer saber mais sobre museus interactivos, especialmente, aos docentes, que nesta altura já devem estar a pensar como será o regresso às aulas no próximo ano lectivo.

Como resultado do isolamento social devido à pandemia da Covid-19, museus ao redor do mundo fecharam suas portas físicas, mas alguns deles abriram janelas digitais para visitá-los através de passeios virtuais. Através deles são criadas experiências interactivas e sensoriais, criando espaços educativos, que constituem mediadores pedagógicos que ajudam os professores a tornar as suas aulas virtuais mais inovadoras, despertando o interesse dos seus alunos, para saber mais, confiram aqui:

Voltando ao nosso Castelo de Leiria, para quem vem de fora ou, para os muitos leirienses que nunca meteram o pé dentro do Castelo – isto não é, de todo uma crítica, eu já era bem crescidinha quando fui ao Castelo de Leiria pela primeira vez! – , vejam aqui a melhor forma de chegar lá: Google Maps.

Há locais que ainda não conheço e, sempre que penso em visitá-los, penso “ah e tal, mas é mesmo aqui ao pé, fica para outra altura!”, não vos acontece?

Tenho vergonha de dizer que sou de Leiria, mas que há locais históricos e culturais que nunca visitei, ora porque nunca calhou, ora porque vou continuando a adiar. A primeira vez que entrei no Castelo de Leiria devia ter uns 16 ou 17 anos e foi para ver uma passagem de modelos (sim!), depois disso, por um motivo ou por outro, falhei sempre o Entremuralhas!, e fui algumas vezes às feiras medievais no castelo, muito em voga nos últimos anos – na era Pré-Covid – mas foi preciso fazerem uma reabilitação para visitar o Castelo como quem visita o importante monumento histórico que ele é.

(No próximo ano não falho o Entremuralhas, já fiz um contrato assinado com uns amigos e tudo!) 🤣

Mas chega de conversa fiada! O que vão encontrar no Castelo de Leiria?


Pedras. E dito assim parece seco e parvo, mas é uma construção imponente e secular, não há mobiliário (tipo, a cama da rainha ou a banca da cozinha!).

1. O ícone leiriense e a melhor vista a cidade está nas Galerias, é um espaço muito bonito e ninguém se cansa da vista panorâmica porque é mesmo inspiradora. 

Todos os caminhos vão dar ao Castelo de Leiria
Vista do Castelo de Leiria sobre a cidade


2. Umas das partes mais interessantes é o Núcleo Museológico da Torre de Menagem onde encontra vários materiais arqueológicos descobertos neste local, assim como réplicas de armamento medieval. A par das Galerias, foi o que mais gostei!

Planificação do Castelo de Leiria
Núcleo Museológico do Castelo de Leiria
Núcleo Museológico do Castelo de Leiria
Núcleo Museológico do Castelo de Leiria


3. As Cisternas do Castelo e a Torre de Menagem também são interessantes, mas no top 3 fica a Igreja de Santa Maria da Pena, que foi alvo de reabilitação e tem agora uma nova cobertura.


Ao longo dos percursos vão encontrando explicações sobre os locais e curiosidades, como, por exemplo, a Porta da Traição, que era uma porta dissimulada que permitia a entradas e saídas dos seus ocupantes de forma discreta.

Informações úteis

Para quem quiser uma visão mais aprofundada, estão disponíveis as visitas guiadas por marcação.


Horário de Abril a Setembro

Todos os dias: 09h30-18h30
Em dias de espectáculo: abertura 1 hora antes e encerramento 1 hora depois

Horário de Outubro a Março
Todos os dias: 09h30-17h30
Em dias de espectáculo: abertura 1 hora antes e encerramento 1 hora depois


Os bilhetes a partir de Julho de 2021

– Adulto – 2,10€
– Até 10 anos – Grátis
– Dos 11 aos 25 anos | maiores de 65 anos | escolas dos 2.º e 3.º ciclos, secundárias e superiores | Cartão Jovem – 1,05€

Para quem vive por perto, é uma tarde bem passada, para quem vem de longe, visitem a página da Câmara Municipal de Leiria ou o Facebook do Município, há sempre eventos culturais a acontecer aqui e acolá, outros monumentos, muitos locais de lazer. 

Espaços culturais de Leiria
Espaços culturais de Leiria

Para outras experiências inesquecíveis, visitem o musement, onde encontram atrações, não só em Portugal, mas também um pouco por todo o mundo!

Nesta altura em que muitas pessoas já começar a entrar de férias, há vários destinos há escolha, incluindo Espanha (a Ângela dá umas dicas para fazer umas férias espectaculares a um preço muitoooo acessível!) ou a maravilhosa Costa Vicentina.

E, em caso de dúvida, ca estamos também para dar uma ajuda!


Bons passeios!

 

a-ana

Também pode gostar de: